Intolerância à lactose é como chamamos a incapacidade do organismo de digerir o açúcar que existe no leite e seus derivados. Podendo ser uma incapacidade parcial ou completa, ela ocorre quando o corpo não produz ou ou o faz em quantidade insuficiente uma enzima denominada lactase, responsável por quebrar o açúcar do leite, que chamamos de lactose. O resultado disso? Sintomas como dor abdominal, náusea, gases, cólica e diarreia após consumir leite e derivados.

intolerância à lactose

Tipos de Intolerância à lactose

Existem três tipos de intolerância a lactose: a congênita (na qual a criança nasce sem condições de produzir a lactase); a primária (diminuição que ocorre de forma natural e gradual a partir da adolescência) e a secundária (na qual a produção da lactase é afetada por doenças intestinais e pode ser temporária uma vez que haja o controle da doença causadora da intolerância)

Intolerância a lactose é o mesmo que alergia ao leite?

Intolerância-a-lactose

Não. Isso porque a alergia é, na verdade, uma reação do organismo às proteínas do leite e seus derivados. Uma reação de defesa desencadeada pelo sistema imunológico e que acontecerá sempre que houver o consumo ou contato com a substância em qualquer quantidade. Já a intolerância é somente uma dificuldade na digestão da lactose. São problemas diferentes e com tratamentos também diferentes.

Como tratar a intolerância a lactose ?

Intolerância-a-lactose-002

Uma vez que ela esteja diagnosticada, saiba que não se trata de uma doença e nem trará consequências graves para sua saúde. E seu tratamento consiste em suspender o consumo de leite e derivados do cardápio para aliviar os sintomas e depois reintroduzi-los aos poucos na dieta, encontrando assim a quantidade que o organismo é capaz de suportar sem que os sintomas voltem a se manifestar. Desse modo é possível manter o cálcio e a vitamina D na alimentação já que eles são indispensáveis a saúde. Por isso mesmo é indicado a supervisão de um profissional médico.

Você pode gostar também:

Caso o limite suportado pelo organismo seja insuficiente para garantir a oferta dos nutrientes citados, então poderá haver a indicação de suplementos com lactase e leite modificado com baixo teor de lactose.

Alimentação para os intolerantes à lactose

Para quem tem intolerância à lactose é importante que a alimentação contenha alimentos como brócolis, couve flor, agrião, nozes, gergelim, sardinha, tofu, salmão, amêndoas e ovos, isso por serem alimentos também capazes de proporcionar cálcio ao organismo. Também é indicado manter-se atento à quantidade de leite e derivados consumidos durante o dia, assim evitando os sintomas incômodos.

No mais certifique-se de manter uma alimentação variada, comendo de tudo um pouco e mantendo uma dieta equilibrada.

Add to Favourites