Início CHÁS Chás que as mulheres grávidas não podem tomar

Chás que as mulheres grávidas não podem tomar

por Danubia Schneider
Quais os chás que as mulheres grávidas não podem tomar

Chás que as mulheres grávidas não podem tomar: A gravidez é uma fase na qual muitas coisas acabam mudando no cotidiano da mulher. Uma das várias coisas que acabam mudando nesse período é a alimentação: é uma fase na qual muitas de nós precisamos mudar hábitos, incluindo novos alimentos e retirando outros. E claro um dos mais afetados invariavelmente diz respeito ao chá.

Chás para gestantes

Se antes poderíamos tomar chá ou usá-los para tratar de sintomas e incômodos, agora eles devem ser restritos ou pensados. Alguns deles devem ser riscados do nosso cotidiano ao menos durante os nove meses de gestação e também durante o tempo de amamentação. Para tentantes também é uma fase na qual é preciso ficar atenta à receitas que consome, já que a ideia aqui é propiciar a tão desejada gravidez. E se você é adepta das infusões é preciso saber quais delas devem ser evitadas:

Chás que mulheres grávidas não devem consumir

Mulher-grávida-chá-2

Os motivos que levam os médicos e especialistas a contraindicar o consumo de um tipo de chá por gestantes são variados e vão desde a grande presença de cafeína nessas infusões até casos de ervas capazes de provocar aborto, então cabe à gestante e também a tentante tomar cuidado:

Quais os chás que gestantes não pode tomar

Entre as infusões mais populares estão proibidos o chá verde, chá branco, chá preto, chá de cravo da índia, chá de canela e chá mate. Chá de gengibre também não é aconselhável.

Outros chás que devem ser vetados para o consumo de gestantes: chá de boldo, chá de alecrim, chá de capim-limão, chá de arruda, chá de alfazema, chá de tomilho, chá de quebra-pedra, chá de arnica, chá de sene, borragem, losna, espinheira santa, calêndula, cavalinha, etc.

Chás que mulheres grávidas podem consumir

Mulher-grávida-chá

Entre as receitas mais populares de chá, estão liberados o chá de erva doce e chá de erva cidreira. O chá de camomila (Matriaria recutita) também está liberado desde que não seja camomila-romana já que essa é uma versão que definitivamente não é indicada.

Dica:

A gravidez é um período crítico e que exige atenção no que diz respeito ao que podemos consumir. Se você tem dúvidas a respeito de chás que podem ser consumidos durante a gravidez, recorra ao médico para solucionar a questão. Evite automedicação e também receitas caseiras de dicas passadas por amigas. Confie em seu obstetra ou seu médico para solucionar suas dúvidas sobre sintomas, como aliviar os incômodos tão característicos dessa fase e o que pode ser feito para resolvê-los.

Você pode gostar